Tecnologia

Emperor Workstation: Conheça o sonho de consumo de todo geek!

É hora de aventura dos geeks pirarem com essa super workstation (em uma tradução literal: estação de trabalho) criada pela MWE Lab!

Pesquisas científicas afirmam que ficar muito tempo sentado pode matar, e, ao longos dos anos, inovadores tem tentado resolver esse problema criando soluções mais complexas e confortáveis para pessoas que ficam muito tempo trabalhando sentadas e também para pessoas como eu, que curtem ficar bastante tempo nas internetz ou jogando um Lolzinho e outros joguinhos  😀

emperor workstationA última palavra em inovação de workstations é a Emperor 1510 LX, que tem, basicamente, tudo o que a gente precisa! Ela conta com:

3 monitores (mas tem suporte para até 5);
um sistema de som da BOSE;
uma base rotativa (ela se inclina em té 35 graus!);
um apoio para notebook;
um suporte para seu teclado e mouse;
apoios de braços;
um porta copo;
suporte para tablets;
um local para guardar acessórios.

emperor workstationEm resumo: tudo e um pouco mais que você possa esperar da melhor workstation já criada! Além do conceito, seu design também é bem futurístico, o que torna tudo ainda mais legal – fazendo você se sentir dentro de um filme de ficção científica! *-*

emperor workstation

A parte ruim é que ela tem um preço de “apenas” 21 mil dólares (a workstation mais barata desse tipo está em torno de 6 mil dólares, enquanto a mais cara custa 49 mil dólares) – o que também não é nada surpreendente porque já é de se esperar que uma coisa tão tecnológica e confortável assim fosse custar tão caro.

emperor workstation

De qualquer forma, sonhar não custa nada, né? hahah. Comentem aí o que acharam e, para mais informações sobre a empresa e suas “cadeiras”, basta clicar aqui.

Sobre o autor

Kath

21 anos, sonho em ser o Flash, amo MOBAs – principalmente um LoLzinho e Heroes Of The Storm –, espero até hoje minha carta de Hogwarts, profissional em atropelar pessoas no GTA, acredito em unicórnios e tenho um amor por brigadeiro maior que o Léo Stronda.

Comenta aí!